Planetário confirma status de craque no Derby Paulista


Planetário  | Foto: Porfírio Menezes

Potro do Stud Red Rafa, mesmo com percurso adverso, somou nova vitória de G1 à campanha e rendeu a Luis Esteves a tríplice coroa "particular" de Cidade Jardim.

Momento mais aguardado da movimentada jornada deste sábado (13), em Cidade Jardim, o Grande Prêmio Derby Paulista (G1), em 2.400m na pista de grama, para produtos de 3 anos, marcou a disputa da 3ª prova da quádrupla coroa de potros. Vitória do favorito Planetário, filho do nacional Il Doge e Aerosfera (Crimson Tide), de criação e propriedade do Stud Red Rafa.

Enquanto, na dianteira, Impiedoso fazia de tudo para conseguir assumir a ponta - o que somente ocorreu em meados da reta oposta, após muito carregar sobre Pink Blue Hotel e Dive Master - Waldomiro Blandi controlava Planetário, entre as quarta e quinta colocações.

Ao final da reta oposta, um "prega" fez com que Planetário sobrasse, sendo levantado por Blandi que, logo em seguida, precisou procurar por seu conduzido, para que este não perdesse o embalo necessário àquela altura do páreo.

Enquanto Impiedoso girou para a reta final sendo atacado por Dive Master, cresceram, por fora dos dois, Planetário e Don Cambay. Ambos, a 300 metros do espelho, passaram a brigar pela primeira colocação, juntando-se a eles Maximum Drive, mais aberto. Cem metros adiante, Don Cambay desgarrou um bocado, cortando a frente de Maximum Drive. Nisso, Planetário aplicou seu xeque mate.

Escapando à frente dos dois, Planetário firmou-se na ponta, fazendo-se intransponível. Numa vitória que demonstra toda a qualidade do potro, sobretudo após sofrer intenso prejuízo, Planetário deixou, em segundo, Maximum Drive, que deu enorme fila de vitória. King Four, que atropelou por dentro, foi o terceiro. Don Cambay e Gran Itá (reclamou, sem sucesso, prejuízos de King Four) completaram o marcador.

Treinador de Orfeu Negro (GP Ipiranga) e de Iene Fortune (GP Jockey Club de São Paulo), Luis Esteves, ao enviar Planetário à raia, no Derby, conquistou a sua "tríplice coroa particular", em São Paulo. Radicado na serra fluminense, o vitorioso profissional encilhou o ganhador em sua 5ª vitória (sendo a 3ª clássica e a 2ª de G1) em 8 corridas.

Tempo de 2:26.44, com finais de 24.31 e 12.27.

ABCPCC


« VOLTAR

Acessar o Torneio de Prognósticos Ver Indicações do Torneio Master Ver Indicações do Torneio Aberto
 

Veja Também

Leia Mais [22/02/2024 11:56:54]
Bônus da Copa dos Criadores: já são 14 os produtos contemplados
Leia Mais [21/02/2024 20:49:05]
Neste sábado (24) tem Mesa do Turfe com Kelvin Turrin, Beto Romano e Ricardo Ravagnani a partir das 12h30min
Leia Mais [17/02/2024 23:11:55]
Na Prova Especial Dark Brown, melhor para Pinhão do Iguassu
Leia Mais [17/02/2024 23:11:23]
Outra Hembra prevalece na Prova Especial Onitié
Leia Mais [17/02/2024 23:10:11]
Boy Gift segue sem conhecer derrota
Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência.